Nota da Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Niterói em apoio a greve da Educação Básica e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

06/07/2016 02:46

A Associação dos Geógrafos Brasileiros - AGB – Seção Niterói manifesta seu apoio à greve dos docentes da rede estadual de educação básica do Rio de Janeiro, iniciada no dia 02 de março, bem como a greve de docentes, técnicos e estudantes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), em greve desde o dia 07 de março. A luta é por melhores condições de trabalho e mais investimento na educação pública.

A crise que tanto a educação básica quanto o ensino superior do estado vivem é resultado de uma política de sucateamento da educação pública que é praticada há anos. É uma política de concessão de empréstimos para empreiteiras, isenções fiscais para empresas, grande capital investido em megaeventos, em detrimento da educação pública, saúde e outros setores. O Governo do Estado do Rio de Janeiro causou a situação de calamidade pública, e em defesa da realização das Olimpíadas na cidade do Rio de Janeiro busca recursos, mas não resolve a situação do custeio da UERJ e da educação básica. Além disso são os servidores e servidoras que vêm levando o ônus da crise com salários cortados e parcelados. Por fim, ainda mais cruel é a forma como os funcionários terceirizados da UERJ e das escolas vêm sendo penalizados, primeiro ficando sem salários por meses e depois sendo demitidos sem receber seus direitos.

Assim, cobramos do governo esforço para a solução dos problemas da educação no estado do Rio de Janeiro e repudiamos os ataques aos movimentos de greve, como o pedido feito pelo governo na justiça de ilegalidade da greve dos profissionais da educação básica. Repudiamos também as agressões físicas, que já começaram como visto no dia 29 de junho e nos ataques à estudantes, que em apoio a greve bravamente ocuparam escolas e o prédio da SEEDUC, conquistando vitórias, como o fim do SAERJ e eleição para direção.

A AGB vem reiterando sempre seu compromisso com as lutas por uma sociedade justa e a luta por uma educação pública de qualidade, que seja gratuita e laica é uma das principais bandeiras que os movimentos sociais e entidades pautam. Assim, a AGB – Niterói ratifica mais uma vez seu apoio às reivindicações dos profissionais da educação do estado do Rio de Janeiro!